terça-feira, 29 de novembro de 2011

PSOL votou contra acordo de líderes para votação em regime de urgência do Código Florestal

By: MARINOR BRITO: - 14:43

Share

& Comment

A senadora Marinor Brito, líder do PSOL no Senado Federal, representando a bancada do partido em reunião ocorrida na manhã desta terça-feira (29), com o presidente do Senado, José Sarney, votou contrário ao acordo para votação, em regime de urgência, do projeto de reforma do Código Florestal (PLC 30/2011), previsto para esta quarta-feira (30).


A senadora do Pará foi enfática em discursar em nome da bancada do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) no senado federal, deixando claro aos demais líderes que não concordava com o regime de urgência proposto e que manifestava voto contrário ao mesmo, pois, segundo Marinor Brito, não garante a discussão para uma matéria de extrema importância para o povo brasileiro.

- Fiz questão de vir a esta reunião, exercer meu direito de líder, de discordar do texto aprovado pelas comissões. O texto não responde aos interesses do povo brasileiro e sim dos grandes produtores, pecuaristas e o governo afirma essa conciliação quando mantém a política de isenção, de anistia e possibilita o desmatamento desenfreado. Digo mais, não concordo com o regime de prioridade, pois, hoje, já temos a melhor legislação ambiental do mundo, disse Marinor.

A agência Senado, na cobertura da reunião de líderes com o presidente do Senado, José Sarney, não registrou a manifestação contrária da líder do PSOL, senadora Marinor Brito, na referida reunião.

Para 85%, novo Código Florestal deve priorizar florestas e rios

Em sondagem de opinião realizada pelo Instituto de Pesquisas Datafolha, em junho passado, com o objetivo de avaliar o conhecimento e opinião da população sobre os temas abordados na proposta para o novo Código Florestal.
 
A sondagem de opinião foi encomendada pelas instituições Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, Imaflora, Imazon, Instituto Socioambiental, SOS Mata Atlântica e WWF-Brasil. Foram realizadas 1286 entrevistas em todo o Brasil.

Na pergunta básica e introdutiva, 85% dos entrevistados declararam que concordam em se dar prioridade para a proteção das florestas (mesmo que isso limite a produção agropecuária) ao invés de prioridade para produção (mesmo que limite a proteção das florestas). O fato que houve expressiva cobertura midiática sobre a recente votação na Câmara dos Deputados fez com que quase dois terços da população declarem ter tomado conhecimento da votação, embora a parcela que se declara bem informada seja modesta, o que reflete a complexidade do tema.

Em geral, a pesquisa revela uma opinião pública com forte preocupação pela conservação das florestas, até mesmo quando esta é colocada como eventual fator limitante da produção agropecuária; dependendo das perguntas, a porcentagem dos brasileiros que discordam da proposta votada na Câmara dos Deputados varia entre 77% (a favor do adiamento do debate para ouvir a ciência) e 95% (que não aceitam manter as ocupações em Área de Preservação Permanente).
 
Com informações do Imazon - http://www.imazon.org.br e redação final da equipe do blog.

About MARINOR BRITO:

Organic Theme is officially developed by Templatezy Team. We published High quality Blogger Templates with Awesome Design for blogspot lovers.The very first Blogger Templates Company where you will find Responsive Design Templates.

0 comentários:

Copyright © 2015 Marinor Brito

Designed by Templatezy & Copy Blogger Themes