sábado, 15 de outubro de 2011

Jornais do Pará repercutem críticas de Marinor ao Judiciário

By: MARINOR BRITO: - 11:15

Share

& Comment

Jornal "O Liberal", Caderno "Polícia", Página: 02 - Em: 15.10.2011 - Para Melhor visualizar, clique na imagem acima.


 











Jornal AMAZÔNIA: Marinor reage à nota da Amepa em defesa de magistrados
A senadora Marinor Brito (Psol) divulgou nota, ontem, um dia depois da Associação dos Magistrados do Pará (Amepa) tê-la criticado. Em entrevista coletiva na última segunda-feira, a parlamentar demonstrou indignação com a decisão da 3ª Câmara Criminal Isolada, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE-PA), que, no dia 6 deste mês, absolveu, por dois votos a um, o ex-deputado estadual Luiz Afonso Sefer. E afirmou que a absolvição havia sido "negociada". "Há várias formas de negociar. Não sabemos o preço de cada sentença".
Diz a parlamentar: "É de estranhar a posição de alguns juízes por não terem compreendido a indignação de uma mãe, cidadã e política paraense, que tem dedicado boa parte da sua vida na defesa de crianças e adolescentes que sofrem violência sexual". Ela afirma que, no exercício do seu mandato de senadora, "concedido pelo povo e afirmado pela justiça brasileira", defrontou "com a rapidez da realização deste julgamento, que coincidiu com a semana que antecede o Círio de Nazaré, ocasião em que a sociedade paraense está com suas atenções totalmente voltadas para este evento religioso".
Marinor diz que não generalizou sua crítica a todos os magistrados e muito menos à instituição. Mas afirma que, enquanto tiver voz, "não se calará diante de injustiças". A senadora considera a decisão da 3ª Câmara "um erro grave ao inocentar o ex-deputado de um crime bárbaro, fato que pode ser desanimador para denúncias de casos semelhantes". Ainda na nota, Marinor afirma que, ao mencionar a venda de sentença, se reportou ao conhecido caso da ex-juíza Rosileide Filomeno, que foi afastada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), sendo colocada em disponibilidade - "infelizmente, ainda com vencimentos", observa.
A senadora também reafirma seu apoio "às sábias e ousadas palavras da ministra Eliana Calmon (corregedora do CNJ), que se referiu com duras palavras a parte da magistratura brasileira. Acredita que uma minoria de magistrados não pode macular a postura proba da maioria. Por isso é favorável a existência de controle externo sobre o Poder Judiciário, pois este é parte do sistema democrático brasileiro". Marinor diz que a sua indignação "espelha o sentimento de toda a sociedade paraense, que clama por justiça e pelo fim da impunidade".
E que, como senadora eleita, sob forte mobilização da sociedade brasileira em favor da lei da Ficha Limpa, não teria como não se indignar frente à decisão da 3ª Câmara Criminal Isolada. Por isso, a parlamentar reafirma que mobilizará todos os mecanismos legais "para fazer valer o sentimento de justiça que, felizmente, habita a grande maioria dos corações e mentes do nosso povo, muitos deles magistrados do Pará".

About MARINOR BRITO:

Organic Theme is officially developed by Templatezy Team. We published High quality Blogger Templates with Awesome Design for blogspot lovers.The very first Blogger Templates Company where you will find Responsive Design Templates.

0 comentários:

Copyright © 2015 Marinor Brito

Designed by Templatezy & Copy Blogger Themes