sexta-feira, 1 de abril de 2011

SENADORA DO PSOL CUMPRE AGENDA POLÍTICA EM SANTARÉM

By: MARINOR BRITO: - 14:31

Share

& Comment

Em discurso a senadora Marinor disse: "A hora é
de resistir e defender os interesses do nosso povo"
A senadora Marinor Brito líder do PSOL no senado federal participou na quinta (31) da Assembléia Popular das Águas, em Santarém/PA (807 km de Belém), organizada pela União dos Estudantes do Ensino Superior de Santarém (UES) e Frente em Defesa da Amazônia (FDA).
A Assembléia contou com representantes de diversos movimentos sociais ligados à defesa do meio-ambiente, entre eles, o Xingu Vivo Sempre, Movimentos dos Atingidos por Barragens e sindicalistas do SINTEPP (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará). Na pauta de discussão, temas relacionados as conseqüências sócio-ambientais da implantação de hidrelétricas no rio Tapajós.
Em discurso, a senadora Marinor Brito demonstrou preocupação com o que pode vir a acontecer nos próximos dez anos na região amazônica se os projetos do governo federal forem implantados à risca como já sinalizaram membros do governo anterior de Lula e do atual da presidenta Dilma Rousseff.
- Pelo planejamento do governo federal até 2021 serão construídas dez usinas hidrelétricas na Amazônia, sendo que sete no Pará e pelo menos duas, tendo como local de implantação o leito principal o Rio Tapajós, atingindo Santarém, disse. E completou:
- Para nós do PSOL a questão energética é fundamental e estratégica para o desenvolvimento de qualquer país sério, democrático e que tem por finalidade maior melhorar a vida do povo pobre e sofrido. Por isso, nos causa total desconfiança a forma antidemocrática e sem nenhuma discussão com as populações envolvidas e que habitam importantes faixas de terras e as margens dos nossos rios, como o Tapajós, Xingu, Madeira e Amazonas ficarem de fora dos debates sobre a implantação de hidrelétricas na Amazônia - ressaltou.
Marinor disse também que a exemplo de Belo Monte e bem possível que o governo federal atue da mesma forma [aqui no Tapajós] privilegiando tão somente os grandes grupos econômicos interessados nos bilhões de recursos que cada um desses empreendimentos mobiliza. E destacou que é hora de começar a resistência a esse pensamento que vê nossa região com colônia do restante do país e vem aqui destroem rios, florestas, biodiversidades e deixam mazelas como a fome, o desemprego, a violência generalizada, a prostituição e a exploração infanto-juvenil como herança maldita a perpetuar como sina de um povo rico em cultura e peculiar maneira de se relacionar com os rios e florestas.
- Nasci em Alenquer e tenho muitas preocupações que em pouco tempo vejamos a morte do nosso principal rio [o rio Tapajós]. Por isso, parabenizo os organizadores deste evento e saúdo todos que se deslocaram até aqui, para esse importante debate e podem contar com a militância aguerrida, de resistência e de luta dos integrantes do PSOL e desde já colocamos nossos mandatos, tanto eu quando o deputado Edmilson Rodrigues, que não pode vir por já ter se comprometido com outras agendas políticas, a lutar ao lado do povo para impedir que a ganância e o lucro prevaleçam mais uma vez em detrimento do bem-estar e da qualidade de vida do nosso povo – finalizou.

AUDIÊNCIA
Senadora Marinor, dirigentes e sindicalistas do PSOL e
prefeita de Santarém Maria do Carmo (PT/PA)
Na manhã do dia 31, a senadora Marinor Brito acompanhada de sindicalistas e dirigentes do PSOL foi recebida em audiência pela prefeita de Santarém Maria do Carmo (PT-PA).
Na pauta, a liberação de verbas para o município e UFOPA (Universidade Federal do Oeste do Pará).
- Estamos fazendo audiências como todas as autoridades do Estado para tratar de uma agenda de trabalho em favor do povo, pois, para nosso mandato é muito importante estabelecer canais de diálogos e de respeito político com todas as autoridades do Pará. Hoje estamos aqui em Santarém com a prefeita Maria do Carmo – disse Marinor.
A senadora do PSOL disse a prefeita que um dos motivos que a fizeram ir à Santarém foi as suspeitas de irregularidades na UFOPA e pediu colaboração da prefeita.
- Tenho recebido denúuncias de irregularidades na UFOPA e logo que retornar à Brasília (DF) vou solicitar audiência com o ministro da educação Fernando Haddad para tratar do assunto - disse.

IMPRENSA:
Marinor com Sinval Ferreira / Rádio Rural de Santarém
A senadora Marinor Brito foi entrevistada por Sinval Ferreira no programa "A Tribuna do Povo" da Rádio Rural de Santarém OM e também por Alba Araújo - coordenadora de Jornalismo da Rádio Guarany FM; por jornais impressos de Santarém e blog do Jeso sobre assuntos diversos e de interesse do Pará e da região.
Com atenção, a senadora respondeu sobre questões relacionadas a Lei da Ficha da Limpa e a criação, através de pesbiscito do Estado do Tapajós.

About MARINOR BRITO:

Organic Theme is officially developed by Templatezy Team. We published High quality Blogger Templates with Awesome Design for blogspot lovers.The very first Blogger Templates Company where you will find Responsive Design Templates.

0 comentários:

Copyright © 2015 Marinor Brito

Designed by Templatezy & Copy Blogger Themes