domingo, 20 de março de 2011

Intervenção militar na Líbia - De novo, sangue por petróleo

By: MARINOR BRITO: - 08:51

Share

& Comment

Ontem (19), mais de uma centena de mísseis foram lançados contra o território da Líbia. A coalizão liderada pelos Estados Unidos, que inclui ainda França, Grã-Bretanha, Canadá e outros países satelizados, atua sob amparo de resolução do Conselho de Segurança da ONU, supostamente para proteger a população civil dos ataques do regime do ditador Muamar Kadafi.
Filme tantas vezes repetido. O interesse dos governos imperialistas está longe de ser a preservação da vida e da segurança da juventude e dos trabalhadores líbios que ousaram enfrentar um governo que até poucas semanas contava com total apoio - político e militar - do chamado mercado globalizado.
Pergunta-se: por que não há intervenção militar para deter o banho de sangue no Bahrein e na Arábia Saudita? Por que, no caso da revolução no Egito, o "apoio" das grandes potências foi apenas retórico?
Por trás de tudo, como sempre, o controle das fabulosas reservas petrolíferas e a supremacia dos oligopólios estrangeiros que ficaram, há décadas, suas garras nessa estratégica região do globo.

Vejam, a seguir, a íntegra da resolução sobre a crise na Líbia aprovada pela Executiva Nacional do PSOL:

Todo apoio à resistência do povo Líbio! Fora Khadafi! Nenhuma intervenção imperialista!
O ditador Khadafi resiste com bombas, balas e seus mercenários à heróica luta do povo em rebelião. O passado de enfrentamentos com o imperialismo ficou longe. Há quase 20 anos que Khadafi converteu-se em um fiel aliado dos interesses das multinacionais petroleiras, do imperialismo ianque e europeu. Sua ditadura proíbe a liberdade para que o povo se organize política e sindicalmente, a repressão aos lutadores populares, sindicais e estudantis, cárcere e tortura para quem tenta expressar divergências.

Como parte do processo de revoltas no norte da África, onde os povos do Egito e Tunísia protagonizam um fantástico triunfo democrático ao derrubar Mubarak e Bem Ali, também ambos ditadores pró-imperialistas, o povo da Líbia se levantou contra o cruel ditador Khadafi e há um mês vem conquistando cidades e somando setores da população à luta contra o ditador.

O PSOL expressa sua total solidariedade e apoio ao povo líbio e sua valorosa resistência, com o objetivo de derrotar o ditador e genocida Khadafi. Neste sentido, tem que ser feitos todos os esforços humanos, materiais e políticos para efetivar de solidariedade à resistência líbia.

No entanto, alertamos que o imperialismo, por meio de sua hipócrita atitude, não está defendendo a resistência nem aposta no triunfo do povo na sua luta para derrocar o ditador. A política dos EUA e Europa não é para ajudar o povo líbio na sua luta contra Khadafi. Sua intervenção por meio da sua zona de exclusão – uma vez que Khadafi avança sobre as posições da rebelião – foi planejada para incrementar sua capacidade de influenciar na resolução política da crise, pactuando um novo governo que mantenha intactos seus interesses na região e possa servir como base para se recuperar na área.
Portanto, o PSOL declara: todo apoio à resistência do povo Líbio! Fora Khadafi. Nenhuma intervenção imperialista!

Fonte: Blog Edmilson Roddrigues

About MARINOR BRITO:

Organic Theme is officially developed by Templatezy Team. We published High quality Blogger Templates with Awesome Design for blogspot lovers.The very first Blogger Templates Company where you will find Responsive Design Templates.

0 comentários:

Copyright © 2015 Marinor Brito

Designed by Templatezy & Copy Blogger Themes